:: História :: Engesa 4 vira Envesa
 

   O jipe Engesa 4 - ou EE-12 na versão militar - foi criado pela Engesa, empresa paulistana que atuava na fabricação de materiais bélicos e que se consagrou como principal fornecedor de carros de combate para o exército brasileiro, produzindo blindados com rodas e esteiras. O EE-12 foi criado para ser um veículo versátil no uso fora-da-estrada, como veículo de apoio para operações rápidas. Sua mecânica foi toda desenvolvidano Brasil, com exceção do motor, que foi emprestado do Opala de quatro cilindros. A sua carroceria era de aço estampado, com capota de lona e suas suspensões tinham curso extraordinário. Aliados a uma estrutura rígida, contribuíam para torná-lo capaz de transpor os maiores desafios.

   O "sapão", como alguns o chamavam por causa de seu formato quadrado com faróis redondos, era uma máquina que encarava bem os terrenos enlameados, repletos de pedras ou com água até a altura das portas.

   Por ter sido criado para fins militares era carro despojado, sem nenhum conforto. Mesmo assim, foi liberado para o público no Salão do Automóvel de 84, onde fez um estrondo sucesso. Em 88 veio a fase 2, que trazia aperfeiçoamentos que o tornavam mais confortável e fácil de conduzir.

   A Engesa teve problemas financeiros com a venda de prodútos bélicos, entrando em concordata e vindo a encerrar suas atividades em 93. Com isto, o Engesa 4 teve sua produção descontinuada, para tristezados trilheiros brasileiros. Porém, a tristeza acabou e ele agora está de volta. Rosnel Wolney Leite, um empresário de Londrina-PR, comprou peças que ainda se encontravam na falida Engesa, para montar carros para ele e alguns amigos. Fizeram nove, depois pediram mais 40, e o interesse e a procura foram crescendo, forçando Rosnel a fazer novos investimentos em sua linha de montagem. O novo Envesa vem com a mecânica toda nova com duas versões de motorização a Diesel, uma aspirada com 90 CV e outra turbo com 125 CV, conjunto de transmissão com câmbio de 5 marchas, com tração 4x4e reduzida, duas opções de relações nos diferenciais, direção hidráulica com opção mecânica e pneus 750x16 Fate Super Agarre.